Header Ads

Bitter Virgin

Suwa sempre foi indiferente a Hinako por achá-la muito reclusa, mas sua percepção muda ao descobrir um terrível segredo envolvendo a menina.


Mídia: mangá
Publicação: 2005 - 2008
Volumes: 4
Autor: Kunusoki Kei
Demografia: Seinen
Gêneros: Drama, Escolar, Romance

Sinopse: Suwa Daisuke é um garoto popular que não tem nenhum interesse em Aikawa Hinako, garota reclusa, mas que julga sem graça. Um dia, ao visitar uma igreja quase abandonada, Suwa acaba encontrando com a garota, mas com receio que ela o veja ali acaba se escondendo em um dos confessionários. A menina, acreditando que a pessoa na cabine seja o padre local, faz uma confissão e assim Suwa acaba descobrindo que a garota foi vítima de estupro pelo padrasto e acabou tendo uma criança, que foi adotada. Por pena, Suwa acaba se aproximando dela, sem revelar que conhece seu segredo. Aikawa, por ver que não há interesse sexual por parte dele, acaba se sentindo a vontade e acaba se apaixonando, mas a relação entre eles vai se tornando cada vez mais tumultuada.

Comentários: A história tem uma temática bastante pesada, mas apesar do assunto ser abordado com detalhes, a autora sempre tenta ver o lado positivo da situação. É curioso que o ponto de vista da questão seja de Suwa. Pode parecer que ter uma visão masculina e de fora do problema pode tirar impacto da trama, mas a verdade é a visão sempre otimista de Daisuke que faz com a história não se torne um gigantesco dramalhão.

Ele passa a sentir responsável por guardar o segredo de Hinako e tenta de todas as formas fazê-la superar seus medos e traumas. Com o tempo, os dois acabam se apaixonando e Aikawa tem dificuldades em aceitar seus sentimentos, mas pacientemente, Daisuke a conduz e a compreende. De forma a focar mais na redenção e ressocialização da Hinako e não destrinchar seus traumas.

Vale a pena? A história é tocante, o tema é delicado, mas é tratado com maestria e sem muitos preconceitos. O traço não é dos mais bonitos, mas você acaba se acostumando.

Onde encontrar: Pode ser encontrado em português.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.