Header Ads

Tsuki wa Yamiyo ni Kakuru ga Gotoku

Tetsu sempre ouviu rumores sobre um demônio branco que rondava o vilarejo onde moravam, mas não esperava que o monstro lendário fosse na verdade um exímio espadachim.

Mídia: mangá
Publicação: 1999
Volumes: 1
Autor: Nakamura Shungiku
Demografia: Yaoi/Shounen- Ai
Gêneros: Comédia, Histórico, Drama, Artes Marciais

Sinopse: Existe um rumor em um pequeno vilarejo de que todas as noites o demônio branco cruza as ruas locais para devorar humanos. Uma noite, o jovem Tetsu encontra o demônio, apenas para descobrir que é um habilidoso espadachim com longos cabelos brancos. Impressionado, Tetsu pede para que o homem, que se chama Shino, o ensine a arte da espada, para que finalmente tenha forças para executar sua vingança. Mas Shino rejeita, dizendo que não aceita aprendizes.

Shino e Hanjuurou
Comentários: A história gira em torno das tentativas de Tetsu convencer Shino a treiná-lo. Embora Shino não o aceite como aluno, acaba concordando que o garoto vá morar com ele e trabalhe realizando serviços domésticos, como lavar, cozinhar e limpar a casa. As tentativas de Tetsu em convencer Shino acabam mais por irritá-lo do que outra coisa e no final, o jovem é expulso pelo espadachim.

Embora Tetsu seja o tipo de personagem irritante que fica insistindo e perturbando, é totalmente aceitável seu desejo de vingança. Ele quer aprender a manusear a espada para se vingar do próprio pai que o vendeu a um prostibulo para pagar dividas de jogo. Para agravar a situação, Shino é completamente indiferente ao garoto, mas sempre se mostra cordial com Hanjuurou, de quem é amigo de longa data. Isso faz com que Tetsu se sinta ainda mais solitário (a mãe morreu quando criança) e esperançoso de encontrar alguém que se importe com ele.

A minha maior surpresa durante a leitura foi que o shounen-ai presente na história não acontece com o protagonista. Embora Tetsu tenha grande admiração por Shino e deseje ser amado por este, é um sentimento mais fraternal, de quem nunca foi muito amado na vida. A trama amorosa permeia Shino e Hanjuurou, que se conhecem desde crianças e acabam desenvolvendo sentimentos um pelo outro (que são agravados pelo fato de Hanjuurou achou que Shino fosse mulher quando o conheceu), mas nunca realmente dão vasão ao que sentem.

Vale a pena? Sim, a história é curta, tem algumas cenas de luta, comédia, drama e um pouco de romance. O traço não é dos mais bonitos, principalmente por ser um dos primeiros trabalhos de Nakaruma, que evolui bastante até produzir Junjou Romantica e Sekaiichii Hatsukoi, mas a trama é envolvente.


Onde encontrar: Pode ser encontrado em português (pode ser encontrado no scan Redisu, entretanto, é preciso ter cadastro no site e ser um membro ativo para ter acesso aos trabalhos do grupo) e inglês (online).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.