Header Ads

Ai wo Utau Yori Ore ni Oborero!

Mizuki é guitarrista de uma banda famosa e considerada um príncipe em sua escola, mas o que ela fará após conhecera Akira, um garoto delicado e feminino que é apaixonado por ela e está disposto a tudo para entrar na banda?

Mídia: mangá
Publicação: 2006 - 2009
Volumes: 5
Autor: Shinjou Mayu
Demografia: shoujo
Gêneros: Gender Bender, Drama, Escolar, Romance, smut

Sinopse: Sakurazaka Mizuki é guitarrista em uma banda onde as meninas se travestem de garoto e por causa do seu jeito masculinizado, é ídolo no internato feminino onde estuda. Shiraishi Akira é um garoto fofo, idolatrado no seu colégio como princesa e é um grande fã da banda de Mizuki e totalmente apaixonado por ela. Quando Shun, vocalista da banda vai morar fora, Akira faz de tudo para assumir seu lugar e se aproximar de Mizuki.
As garotas do Blaue Rozen


Comentários: Embora eu adore gender bender, não tenho como dizer que Ai wo Utau me deixou bastante confusa. Akira, apesar do jeito fofo, tem muitas atitudes masculinas, como tomar a iniciativa ou tentar proteger Mizuki de garotos que dão em cima dela. O problema é que Mizuki não parece uma garota em momento algum, mesmo quando aparece vestida como tal.

Talvez o traço de Mayu acabe colaborando com isso, porque mesmo em uma cena que a garota aparece de calcinha e sutiã, ela não convence. Apesar desse detalhe, a história é boa. Tem alguns clichês como triângulos amorosos, o fato de Mizuki não aceitar Akira de jeito nenhum até cair de amores por ele, mas de forma geral, tudo isso é bem trabalhado.

Minha maior reclamação é que as outras garotas da banda de Mizuki são personagens ótimas, mas quase não aparecem na trama.

Vale a pena? Sim, para quem gosta do gênero é uma boa pedida. Eu ainda estou no meu processo de aceitação da Shinjou Mayu, por mais que leia as obras dela, nenhuma realmente me encantou.

Onde encontrar: Pode ser encontrado em português no MangaSpace (é preciso cadastro) ou inglês. Recentemente descobri que existe um dorama da série, que pode ser assistido online no Dopeka.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.