Header Ads

Jibaku-kun

A única ambição de Bucky era encontrar uma maneira de dominar o mundo, mas ele acaba sendo escolhido por um grande herói para ser seu sucessor.

Outros nomes: Bucky
Mídia: anime
Exibição: 1999 - 2000
Episódios: 26
Estúdio: Trans Arts
Demografia: Shounen
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia

Sinopse: Bucky é um garoto comum que vive tranquilamente em sua cidade, mas apesar disso, ele tem uma grande ambição: dominar o mundo. Certo dia, ele conhece Spaak, a GC (Great Child, uma espécie de herói) de Primas, que sem motivo aparente o escolhe como seu sucessor, cedendo o espírito que o acompanhava. Assim, começa as aventura de Buck, ao lado de Jibaku, explorando o continente, conhecendo outras GC e derrotando monstros.

Capa do volume 1 do mangá
Comentários: Jibaku-kun é um dos animes com os traços mais medonhos que eu já vi. Eu me pergunto até hoje como consegui assistir completo, sendo que estética é uma das coisas que me fazem desistir de uma obra (e por isso nunca fui muito longe em One Piece). Apesar do traço feio que doi e da história, na época em que o anime estreou, ter sido muito comparada a Pokémon, por causa dos espíritos, o anime é muito bom.

Bucky não tem pinta de herói, e nem se dedica a ser. Ele chega a ser intragável em diversos momentos da história e você fica torcendo para que ele acabe se dando mal em algum ponto. Pinky, a garota que o acompanha, consegue ser igualmente chata, mas no final, você acaba criando uma estranha afinidade com o trio principal, por eles fugirem daqueles estereótipos comuns de shounen.

Conforme o grupo viaja pelo continente, acaba conhecendo outras GC e descobrindo os motivos por trás dos monstros descontrolados que assolam a região. Apesar da história parecer bem boba, com vários personagens e situações clichês, o anime tem uma reviravolta bastante inteligente no final e amarra todas as pontas soltas.

Vale a pena? Sim, se você sobreviver ao traço bizarro e a chatice inicial dos personagens. A história é bem interessante.

Onde encontrar: O anime já foi exibido na TV aberta, atualmente pode ser encontrado online.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.