Header Ads

Kimi Sae Mo Ai no Kusari

Shouta decide se declarar para sua melhor amiga, mas descobre não só que ela está apaixonada por um professor do colégio, como seu passado está ligado a de um terrível demônio que se passou do seu corpo.
Capa poluída porque é difícil achar imagens do mangá

Mídia: mangá
Publicação: 2003 - 2004
Volumes: 2
Autor: Shinjou Mayu
Demografia: Shoujo
Gêneros: Drama, Ação, Fantasia, Romance

Sinopse: Koishikawa Shouta e Hasuoka Miyono sempre foram amigos de infância e vizinhos, de forma que são inseparáveis. Shouta começa a perceber que seus sentimentos por Miyono são mais intensos do que uma simples amizade de infância, mas quando finalmente toma coragem para se declarar, descobre que ela está apaixonada pelo professor de ciências, Kaorumaru. Entretanto, o professor não é o que parece e o destino pode ser muito cruel para Miyono e Shouta.

Shouta e Miyono
Comentários: Apesar do plot simples, triângulo amoroso que envolve amor de infância e professor, a história dá uma guinada bem estranha quando Shouta é possuído por um demônio chamado Ginyasha e descobre que o passado do ser está diretamente ligado ao futuro de sua amada e com o passado sombrio de Kaorumaru.

A história tem algumas reviravoltas interessantes e a interação entre Ginyasha e Shouta é bem construída, mas o rumo caminha para o mais previsível possível e os personagens acabam não sendo desenvolvidos adequadamente. A história termina de forma abrupta, deixando várias pontas soltas e sem realmente concluir a história.

O traço não é dos mais bonitos e o fato do mangá ser curto atropela bastante o enredo. Shinjou Mayu tem uma legião de fãs pelo mundo, mas eu ainda não encontrei nenhuma obra dela que realmente valha tanto oba-oba. Não que os trabalhos dela sejam ruins, longe disso, mas ainda não me conquistaram.

Vale a pena? Mesmo para os fãs de Shinjou Mayu, esse não é um dos seus melhores trabalhos. Vale pela ideia, que é muito boa, mas acaba não sendo desenvolvida com muita naturalidade.

Onde encontrar: O mangá pode ser encontrado em inglês.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.