Header Ads

Savage Garden

Garota assume lugar do amigo morto para conseguir a herança de um poderoso lorde, mas ao ser mandada para um internato masculino, descobre que manter seu disfarce será o menor dos seus problemas.
Mídia: manhwa
Publicação: 2008 - 2011
Volumes: 7
Autor: Lee Hyeon-Sook
Demografia: shoujo
Gêneros: Gender Bender, Romance, Drama, Histórico

Sinopse: Na Inglaterra do século XVIII, Gabriel, uma garota órfã de nobre família falida, faz amizade com um jovem chamado Jeremy. Depois de um incidente resultando em sua morte trágica, Gabriel recebe a oferta de se passar pelo rapaz, que era na verdade, filho ilegítimo de um importante nobre. Com isso ela deve tomar seu lugar no colégio e suas atividades sociais, já que o pai do garoto não fazia ideia de como Jeremy se parecia. Mas o que parecia uma chance de retornar ao status que sua família perdeu pode ser um caminho sem falta para sua desolação.


Comentários: Eu já disse aqui no blog que Gender Bender é um dos meus gêneros preferidos, mas costumeiramente, as obras que abordam o assunto tendem a caminhar para a comédia e Savage Garden vai totalmente à contra mão disso.

O mangá tem uma pegada bem pesada e trágica e o destino de Gabriel nunca é dos melhores. Apesar das boas intenções em assumir o lugar do amigo morto, a menina descobre que está rodeada de garotos mimados e arrogantes que só sabem olhar para o próprio umbigo.

Aos poucos, Gabriel acaba se enturmando e atraindo a atenção de três garotos diferentes: Joshua e os irmãos Ray e Euan. Ela acaba se envolvendo com cada um deles de forma diferente e quanto mais se aproxima deles, mais tragédias acabam acontecendo em sua vida e na daquelas que os rodeiam.

Vale a pena? Sim. Apesar de ser extremamente triste e trágico e um dos melhores manhwa e gender bender que já li. A arte não é das mais bonitas, mas a história é cativante.

Onde encontrar: Pode ser encontrado na Antique Mangá ou online em inglês.



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.