Header Ads

HAL

Após perder o namorado, Kurumi entra em depressão, mas acaba sendo resgatada de seu martírio ao encontrar um garoto exatamente igual ao seu antigo namorado.

Mídia: filme
Lançamento: 2013
Diretor: Makihara Ryoutaro
Estúdio: I.G
Demografia: shoujo
Gêneros: Drama, romance, psicológico, ficção

Sinopse: A história gira em torno de Kurumi, uma jovem que descobre que seu namorado, Haru, faleceu em um trágico acidente aéreo. Após esse acontecimento, a garota fica profundamente triste e reclusa, mas acaba encontrando apoio em Hal, um garoto robô que é exatamente igual ao seu falecido namorado.

Amor, botões, cubos mágicos e uma girafa.
Comentários: Achei que iria chorar rios com a história, mas não chorei. Isso não quer dizer que ela não é bonita e emocionante, mas acho que o choque de não ter me ligado no que estava acontecendo, mesmo isso sendo esfregado na cara do espectador, me deixou meio ‘wtf’ demais para chorar.

A trama é lenta e intimista, contando aos poucos a relação que Kurumi tinha com Haru e a maneira como ela projeta seus sonhos em Hal, que está lá para “substitui-lo”. É engraçado ver como a história tem um desenvolvimento lento, mesmo o filme tendo apenas uma hora de exibição. Nada é atropelado ou simplesmente jogado na tela, de forma que o diretor soube muito bem dosar o tempo de cada cena na tela.

Toda a produção é bastante interessante e consegue mesclar um mundo tecnológico com o tradicionalismo japonês. Logo no começo é possível ver a união disso sem ser um choque cultural. Um senhor tinge tecidos a moda antiga, torcendo os panos manualmente nas tintas, nos fundos de casa, enquanto um robô persegue um peixe que nada no rio ao lado dessa residência. É uma mistura que casou muito bem, e você não consegue se incomodar de ver um robô circulando em meio a vielas estreitas em antigos e tradicionais bairros japoneses.

O character design fica por conta de Sakisaka Io, a mesma autora de Ao Haru Ride e Strobe Edge, que dá um traço bastante elegante para o filme.

Vale a pena? Sim, a história é linda e profunda. É uma emocionante e tocante história de amor sem muita açúcar e frescuras.

Onde encontrar: Pode ser encontrado online.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.