Header Ads

Shounen Onmiyouji

O garoto é neto do maior onmiyouji do Japão, mas não tem talento algum para caçar yokais, até conhecer o mononoke Mokkun, que o incentiva a desenvolver seu dom.

Mídia: anime
Exibição: 2006 - 2007
Episódios: 26
Estúdio: Deen
Demografia: shoujo
Gêneros: Histórico, Ação, Aventura, Fantasia

Sinopse: Abe no Masahiro é um garoto comum que carrega um grande peso nos ombros. Ele é neto de Abe no Semei, o maior onmiyouji (uma espécie de bruxo) do Japão, e todos esperam que ele suceda o avô. O problema é que Masahiro tem pouquíssimos poderes e nenhuma habilidade. Um dia, ele encontra um mononoke chamado Mokkun que acredita em seu potencial, assim os dois se unem para derrotar yokais locais e tornar Masahiro digno de suceder o patriarca da família.

Masahiro e Akiko
Comentários: O plot parece típico de shounen, onde o protagonista nasce com um grande potencial apesar de ser um completo perdedor, então alguma acontece e ele se torna o maior pica das galáxias. Bem, Shounen Onmiyouji não foge dessa fórmula, mas a transformação de Masahiro de garoto comum a sucessor do avô é extremamente longa, complexa e traumática.

Sim, o desenrolar do anime é lentíssimo, a evolução do personagem principal vai mais devagar que uma tartaruga com andador e às vezes nem os incentivos de Mokkun fazem o garoto progredir. Chega a ser frustrante, mas também tocante e realista. Afinal, não é fácil conviver com uma sombra que sempre o eclipsa e ver que seus esforços não atingem as expectativas de ninguém.

Apesar de tudo, Masahiro não é depressivo e desanimado, na verdade, ele busca dar sempre seu melhor e é extremamente doce e gentil, tanto com humanos como com os yokais. Mokkun é uma comédia, sempre pegando no pé do garoto, o impedindo de desistir ou tomar decisões muito estúpidas.

Todos os personagens, até mesmo Akiko, a princesa sem sal por quem Masahiro nutre sentimentos, são bem trabalhados e desenvolvidos. Mesmo o foco ficando quase sempre na dupla Masahiro e Mokkun.

Com o desenrolar da história, o adolescente passa a enfrentar yokais poderosos e passa a contar com a ajuda de dos shinshou, shikigamis que juraram lealdade ao seu avô, e que passam a reconhecer seu valor como sucessor.

Os 12 shinshous que ajudam Masahiro.
O clima do anime é extremamente melancólico. Apesar de haver piadas e momentos de descontração, há sempre aquele ar tristonho permeando toda a ação. Isso é amplificado pelo estilo de animação, traço dos personagens e música de abertura. Apesar desse clima, eu não esperava um final tão triste para a obra.

O anime é baseado em uma light novel que ainda está em publicação no Japão. Enquanto a versão animada engloba apenas os dois arcos iniciais, a light novel já está no quinto arco. Infelizmente, nenhuma scan está traduzindo as light novel que são difíceis de encontrar, até mesmo em japonês.
Masahiro e Mokkun: na capa, forma verdadeira de Mokkun conhecido como Touda.
Vale a pena? Sim, a obra é muito boa e tem bastante profundidade, embora o ritmo seja extremamente lento.

Onde encontrar: Pode ser encontrado online.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.