Header Ads

Sold Out

Ina quer arranjar um namorado comum, mas acaba se apaixonando pelo gerente de uma badalada loja.

Mídia: mangá
Publicação: 2005
Volumes: 1
Autor: Kenjo Sakura
Demografia: shoujo
Gêneros: Drama, Romance

Sinopse: Ina quer arranjar um namorado comum, mas acaba se apaixonando pelo gerente de uma das boutiques mais chiques e badaladas do Japão. Ela não teve culpa de se apaixonar, mas será que terá alguma chance? Pode até não ter, mas ela fará tudo para conseguir o que quer…

Comentários: Eu já li muitos mangás na vida, alguns bons os suficiente para lembrar toda a história de cabeça e o nome dos personagens que aparecem uma única vez, alguns eram razoáveis e outros tão clichê que quando os vejo marcados na minha lista não consigo me lembrar de tê-los lidos e preciso reler de novo para fazer uma review.

Sold Out está na lista de mangás inesquecíveis, mas não por ser bom, mas por ser muito, muito ruim. Dificilmente eu acho um mangá de todo desprezível. Sempre tem algo que salva: a trama, a protagonista, o traço, a amiga terciaria que aparece em um único capítulo, mas Sold Out não se salva nada.

Ina é uma protagonista chata e inconstante, ela é determinada, mas daquele tipo de determinação que chega a ser ridícula e sem cabimento. O gerente (que eu não lembro mais o nome) é bonitinho, mas bastante sem noção no seu trato com a garota que não sai do seu pé.

O título usa vários clichês de shoujo para se sustentar, mas consegue fazê-los da pior forma, arruinando a grande maioria. A trama praticamente não tem história e quando tem, não faz sentido nenhum. No final, você torce para que eles fiquem juntos logo só para o mangá acabar rápido.

Vale a pena? Acho que pela primeira minha resposta é não, e mesmo que você seja muito fã de shoujo, daqueles doces que dão até diabetes, dificilmente vai gostar disso.

Onde encontrar: Caso alguém se arrisque pode ser lido na MangaSpace.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.