Header Ads

Boku to Watashi no Henai Jijou

Jin e Tama sempre namoraram e se deram bem, mas agora, com suas profissões deslanchando, acreditam que não conseguiram mais ficar juntos e decidem terminar, mas acabar com um relacionamento duradouro nem sempre é fácil.

Outros Nomes: The Circumstances of Our Strange Love
Mídia: mangá
Publicação: 2008 - 2011
Volumes: 2
Autor: Amano Shiro
Demografia: Seinen
Gêneros: drama, romance, slice of life, comédia

Sinopse: Tama é uma aprendiz de padeiro que namora Jin, vocalista de uma banda de rock em ascensão. Com o crescimento de sua popularidade, Jin acredita que não irá ter tempo para a Tama e termina com ela. Os dois seguem seus caminhos separados e decidem encontrar pessoas novas, mas por mais que tenham se separado, eles não conseguem se desvencilhar.
Tama e Jin


Comentários: BWHJ é um mangá sobre situações corriqueiras que qualquer um de nós passa na vida, sem grandes e mirabolantes reviravoltas como acontecem em alguns mangás shoujo. A trama começa quando o casal se separa, sem nunca realmente explicar ou mostrar como a dupla improvável se conheceu.

Apesar de eles terminarem bem, sem discussões ou desentendimento, nenhum deles parece ter saído satisfeito, e as suas tentativas de adaptação à uma nova vida acaba se tornando uma jornada difícil.

A história não traz nada de novo realmente, é quase um estereotipo com um final previsível e simplista, mas é exatamente ai que o mangá conquista. Sem querer trazer nenhuma inovação, a trama caminha para o lado comum e delicado da vida, mostrando tudo por um olhar muito próximo dos personagens, mas sem ser um olhar deprimido e negativo. Na verdade, é uma visão muito positiva e divertida.

É um amor delicado, sem reviravoltas, nem grandes artimanhas, sem vilões – mesmo Matoi fazendo um pouco dessa figura – é como dar um passeio no parque depois de um dia exaustivo de trabalho. Com uma pequena contemplação da natureza.

Apesar de tudo, os personagens não tem muito background, é difícil especificar suas personalidades, mesmo da dupla protagonista. Eles são um tanto bidimensionais, sem passado, círculos sociais, medos ou traumas.

O traço não é exatamente o mais elaborado, os personagens parecem crianças, mesmo sendo adultos e os planos são bem simples, o maior destaque fica para as capas de capítulo que são mais estilizadas.

Vale a pena? Não é uma obra prima, mas é um tipo de leitura divertida e reconfortante. Shiro Amano é responsável por toda a adaptação da franquia Kingdom Hearts para mangá.

Onde encontrar: Pode ser encontrado na Ow Scans.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.