Header Ads

Otomen

Asuka é um garoto durão que tem uma faceta delicada, mas precisa esconder de todos por medo de represália da mãe.



Mídia: j-drama
Exibição: 2009
Episódios: 12
Demografia: shoujo
Gêneros: Escolar, drama, romance, comédia

Sinopse: Masamune Asuka (Okada Misaki) é um rapaz muito popular em sua escola por ser forte, bonito e sério, mas esconde um lado sensível e puro de sua personalidade, isso porque quando criança, seu pai saiu de casa e tornou-se um travesti. Sua mãe traumatizada, para impedir que o filho seguisse o mesmo caminho, o obrigou abandonar qualquer gosto delicado e feminino que tivesse. Agora, que está apaixonado por uma colega de sala, precisa lidar com seu segredo e conquistá-la.
Asuka e os garotos do time de kendô.

Comentários: Otomen gira em torno da vida dupla de Asuka, que precisa ser machão em todos os momentos por causa do trauma de sua mãe, mas adora coisas fofas, cozinhar, costurar, ler mangás de romance e por aí vai. A princípio, não é tão difícil esconder esse seu lado, já que ele vive ocupado com os afazeres da escola e do clube de kendô. Mas quando se apaixona por Miyakuzoka Ryo (Kaho), uma garota que faz aflorar seu lado delicado e sensível e que aceita esse seu lado mais feminino, ele começa a passar por saias justas para que sua mãe não descubra seus verdadeiros gostos. O mais engraçado é que Ryo não é toda feminina, ela é toda desajeitada com afazeres domésticos, não é muito vaidosa e é muito boa de briga. Culpa de seu pai, um policial linha dura que praticamente a criou como um menino.

Apesar da temática, Otomen gira mais perto da comédia do que do drama. Vários episódios são focados em outras tramas ou personagens (como aquele dos fantasmas na escola), não focando apenas na dupla principal. Aliás, quase todos os personagens tem um lado a esconder, Asuka e seu lado delicado, Ryo e seu lado masculino, Juta (Sano Kazuma), melhora amigo de Asuka, que precisa esconder que ele é o alter ego de uma mangaka de romance, Tonomine (Kimura Ryo), rival de Asuka, que também é um Otomen e entende tudo de maquiagem. Apesar disso, o dorama é bem leve e não foca com muita profundidade no drama das personagens esconderem quem realmente são.


Apesar dos méritos do enredo, a comédia é bem pastelão, cheio de caras e bocas e situações que só funcionam mesmo em animes e mangás, o que me desagradou um pouco. Além disso, não consegui gostar muito do elenco. Misaki está ótimo como Asuka, mas achei o resto do pessoal não tão carismático, até mesmo Seto Koji (que vive Ariake Yamato, fã de Asuka no clube de kendô) não conseguiu me cativar e olha que eu já tinha um lovesick por ele desde Koizora.

Vale a pena? O romance, como na maioria dos doramas japoneses é apenas velado. A parte cômica é divertida, mas eu esperava mais da série. O encerramento é um dos melhores que já vi em um dorama.

Onde encontrar: Pode ser encontrado online.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.