Header Ads

Bitou Lollipop

Madoka é uma garota com uma criação nada convencional que passa a morar com a família Asagi enquanto tenta resistir ao charme de Ono, um popular colega de escola.

Mídia: mangá
Publicação: 2006 - 2009
Autor: Iketani Rikako
Demografia: shoujo
Gêneros: drama, romance, escolar

Sinopse: Madoka é uma garota comum que tem a vida totalmente mudada quando seus pais ganham na loteria. Ao invés de investir o dinheiro em coisas comuns, os pais de Madoka decidem voltar a estudar e mudam de cidade. Sobra a jovem morar com um casal de amigos de seu pai e lidar com o jovem Tomoyo, um garoto temperamental, enquanto tenta se aproxima de Ono, um garoto perfeito de sua sala.
Ono, Tomoyo, Madoka e os pais da menina ao fundo.

Comentários: Bitou Lollipop tem uma das sinopses mais enganáveis que você pode ler. Apesar de tudo o que está acima ser verdade, não espere por clichês do gênero. A começar por Madoka, ela não é uma garota sonhadora e ingênua. Madoka é forte e decidida, com opiniões bem formadas sobre tudo.

Talvez por causa da criação nada ortodoxa que recebeu dos pais, ela é uma garota sem muitos rodeios que diz na lata o que sente. Logo que seus pais mudam de cidade, ela vai morar com o Asagi, que a acolhem sem realmente querer. A senhora Asagi parece ter um desgosto pessoal com o jeito de Madoka e tenta mantê-la longe de seu filho Tomoyo, um garoto bem mais jovem que Madoka que deseja se tornar um mangaká.

Enquanto eles rapidamente se tornam amigos, Madoka começa a lidar com Ono, o garoto perfeito da escola, que a deixa profundamente irritada com seu jeito de príncipe encantado. Com o desenrolar da trama, ela descobre que Ono é muito mais sujo e baixo do que aparenta e que é cheio de segredos. Seu convívio faz com que ela se apaixone por ele, mesmo sabendo de todos os seus pobres, ao mesmo tempo em que passa a nutrir sentimentos também por Tomoyo.

Embora eu não seja fã de triângulos amorosos, a construção deste é muito inteligente e dinâmica, com personagens que não são apenas o que aparentam ser. Cada um deles tem suas motivações e propósitos diferentes e no final fica difícil escolher qual final é o mais apropriado para Madoka.
Madoka pós time-skip.

Embora seja focado no romance, é interessante ver a relação de Madoka com os personagens adultos, seja os pais, principalmente a mãe, que mesmo morando longe, sempre aconselha e orienta, mesmo que de forma muito bizarra e descompromissada; a avó de Ono que tem uma relação muito bizarra com o trio, tratando Tomoyo muito melhor do que o neto; ou a senhora Asagi que superprotege o filho, mas parece nutrir interesses por Ono e desprezar Madoka completamente.

O traço não é muito bonito, as garotas parecem muito bocudas e exageradamente maquiadas. Os garotos tem uma cara muito blazé, mas você acaba se acostumando. Em compensação os cenários são muito bem construídos.

Por que ler? Personagens fogem dos estereótipos, trama bem construída.

Por que não ler? Time-skip (para quem não gosta), traço feio, final um pouco corrido.

Onde encontrar:
Pode ser encontrado online em inglês.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.