Header Ads

Gensomaden Saiyuki

Baseado no conto chinês, Jornada para o Oeste, um monge e três youkais precisam deter uma grande ameaça.
Mídia: mangá
Publicação: 1997 --
Volumes:
  • Saiyuki – 9
  • Saiyuki Reload – 10
  • Saiyuki Reload Blast – 2+
Autor: Minekura Kazuya
Demografia: Josei
Gêneros: Histórico, Ação, Aventura

Sinopse: Em Togenkyo, uma terra onde humanos e demônios habitaram pacificamente por um longo tempo, a paz foi quebrada por demônios que tentam reviver o pior deles, Gyumaoh, que foi aprisionado pela divindade Nataku há 500 anos. Se Gyumaoh for despertado isso causará a extinção dos humanos. Para evitar esse incidente, a deusa Kanzeon Bosatsu convoca Genjo Sanzo, um poderoso sacerdote que deve localizar e acabar com o mal, viajando para o oeste.
Sanzo (a esq) e seus três meio youkais.

Comentários: A história é uma adaptação de Jornada ao Oeste, uma lenda chinesa que conta a jornada de um monge da China para a Índia em companhia de uma divindade em forma de macaco. Essa mesma lenda deu origem a série Dragon Ball.

Em Saiyuki acompanhamos a jornada de Sanzo, um monge nada ortodoxo (ele fuma, bebe e carrega uma arma) em sua tentativa de impedir a ressurreição de Gyumaoh e recuperar sutras sagrados que foram roubados quando seu mestre morreu. Ele é acompanhado por três meio-demônios: Goku, Gojyo e Hakkai, que o auxiliam em sua jornada. Cada um deles tem histórias, personalidades e passados distintos que acaba influenciado no rumo e decisões que tomam durante a jornada. A interação entre os personagens é o grande trunfo do mangá e você fica torcendo para que a jornada nunca acabe para que o quarteto continue convivendo junto.

Embora os vilões tenham motivações simples, como o time formado por Kougaiji, filho de Gyumaoh, percebesse que a história é cheia de tons de cinzas, e no final, nada é tão simples e tão óbvio quanto parece. Ou seja a simplicidade da obra esconde vários acontecimentos acabam atrapalhando a jornada do grupo, ampliando o horizonte do roteiro. Por isso, embora seja uma premissa simples, várias coisas vão acontecendo e mostrando que a trama é muito elaborada do que parece, como o Dr. Nii, personagem que se mostra uma alegoria inútil no começo da trama, na verdade, é muito importante para todo o desenvolvimento da história.

Tanto é que depois de 20 volumes, eles ainda estão na metade do caminho. Aliás, a numeração da série é meio confusa, mas vamos lá: Saiyuki, a primeira parte da série tem 9 mangás e termina em um arco fechado. Como a autora mudou de revista, o mangá foi renomeado, só que em vez de começar tudo de novo, ela continuou o mangá de onde parou, logo Saiyuki Reload é uma continuação direta. Reolad termina em um arco fechado, mas sem concluir a história. De forma que Saiyuki Reload Blast é a continuação direta e de acordo com a autora, a última parte. Só que desta vez Minekura não mudou de revista, então não sei porquê dessa mudança nos nomes.
Kougaiji (cabelo vermelho) e seu time.

No começo do mangá, o traço é bastante feio e as lutas não são muito elaboradas, mas o desenvolvimento dos personagens compensa. Atualmente, tanto o traço quanto as cenas de batalha da autora melhoraram consideravelmente. Embora, o foco sempre seja muito mais no desenvolvimento dos personagens, as batalhas se tornaram mais constantes e importantes para a história.

Parece que com o tempo, a autora soube equilibrar melhor os acontecimentos da trama e aproveitar os personagens do enredo.

Por que ler? Gensomaiden Saiyuki tá ai pra provar que josei tem histórias de ação também. A história é muito boa e o desenvolvimento, apesar de lento, acaba te prendendo.

Por que não ler? A obra é longa e muito bagunçada dentro da sua cronologia. A autora vive doente e os títulos estão quase sempre em hiatus.

Onde encontrar: Pode ser encontrado em inglês e japonês. A versão americana para Saiyuki Reload é bem ruim. A autora tem o hábito de escrever por cima dos desenhos, o que obriga as scans a refazerem todo o quadro, não sei se por preguiça ou inexperiência, a scan cobria os quadros inteiros e deixava apenas os diálogos, de forma a sumir com a ação. O que prejudica muito principalmente a luta final do Reload.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.