Header Ads

Lovely Complex

Risa e Otani fazem uma aposta para ver quem arranja namorado primeiro, mas eles acabam se apaixonando um pelo outro, só que a diferença de altura pode ser um empecilho.
Outros Nomes: LoveCom
Mídia: anime
Exibição: 2007
Episódios: 24
Estúdio: Toei Animation
Demografia: shoujo
Gêneros: Romance, comédia, escolar

Sinopse: Koizumi Risa é uma menina muito alta, enquanto seu colega de classe e melhor amigo Otani Atsushi é o menino mais baixo da sala. Incomodados com suas alturas, eles fazem uma aposta para ver que arranja namorado primeiro, só que Risa acaba descobrindo que está apaixonada por Otani, mas ele se nega a assumir essa possibilidade.

Comentários: Apesar de ser uma situação cômica a diferença de altura entre eles, isso realmente retrata uma situação bem comum, muita gente não aceita conviver com diferenças pensando no que os outros vão falar e isso acaba interferindo na sua felicidade.

Mas voltando ao plot, a história tem um desenvolvimento legal, sem ser muito corrida e focando mais na comédia do que romance, principalmente a primeira parte. É engraçado e divertido o entrosamento entre eles, Risa e Otani se completam em tudo, mas não percebem que foram feitos um para o outro.

Quando Risa se dá conta do que sente por Otani, a trama dá uma virada, focando mais no drama do amor não correspondido. Primeiro, há certa rejeição por ela mesma, mas depois, ela tem que lidar com algo pior, o lado tapado e “o que os outros vão pensar” do Otani.

Embora eu ame o diálogo que eles têm na loja durante a viagem escolar, essa parte da Risa se declarando chega a ser irritante, com a menina chorando o tempo todo. Ela está determinada a convencê-lo de que eles nasceram um para o outro, mas ao mesmo tempo se sente muito insegura e acaba chorando toda a vez que Otani dá um esculacho nela. E ele é um sonso tremendo, mais do que o Fujoka de Saboten no Himitsu, e dá vontade arrancar os olhos de ver que todo mundo sabe como a Risa se sente e ele ainda acredita que tudo seja um mal entendido e ela esteja, na verdade, apaixonada por outra pessoa.

Há algumas situações clichês, como Natal, Dias dos Namorados, triângulos amorosos, mas nada que realmente seja muito repetitivo e enfadonho. É legal também que os amigos do casal tem suas próprias tramas, mesmo que não sejam explorados com tanta profundidade.

Por que ver? É fofo, engraçado e divertido.

Por que não ver? Triangulo amoroso desnecessário com a Risa. Choradeira da personagem pode ser irritante.

Onde encontrar: Pode ser visto online.



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.