Header Ads

Hetalia

 A Segunda Guerra Mundial e outros eventos históricos vistos de forma bem peculiar, com os países sendo representados de forma antropomorfizada e por vezes, bastante estereotipada.
Mídia: anime
Ano de Exibição: 2009 – 2015
Episódios: Axis Power – 52
                  World Series – 48
                  The Beautiful World – 20
                  The World Twinkle – 15
Estúido: Studio Deen
Demografia: shoujo
Gêneros: histórico, comédia

Sinopse: A Segunda Guerra Mundial e outros eventos históricos vistos de forma bem peculiar, com os países sendo representados de forma antropomorfizada e por vezes, bastante estereotipada.

Comentários: Talvez a sinopse não faça jus ao que Hetalia realmente é, mas basicamente a história é sobre países representados por garotinhos (e algumas meninas) e suas desventuras.

Embora a trama gire em trono da Segunda Guerra Mundial, vários outros acontecimentos são abordados no anime. A história gira em torno de Itália (ou Feliciano), que embora tenha se unido a Alemanha e Japão na guerra, não leva o menor jeito e vive se metendo em problemas. Eles três formam o Eixo e precisam vencer a Allies, formado por USA, Inglaterra, Rússia, China e França, coisa que sabemos que não aconteceu, mas não deixa de ser interessante a maneira como isso é contado.
Inglaterra, Rússia, EUA, China e França. Japão, Itália e Alemanha (embaixo).  
A partir do World Series, outros países também ganham foco, assim como outras guerras, conflitos ou mesmo acontecimentos cotidianos. A abordagem é sempre cómica, mas não deixa de ser instrutivo, mesmo que os fatos sejam abordados de forma um tanto superficial.

Todos os personagens são vistos de forma um tanto estereotipadas, como o fato do América ter síndrome de herói e ser viciado em fast food, ou o França fazer o tipo mulherengo e bom vivant. Apesar disso, é interesse ver a maneira como eles interagem e criam elos.

Atualmente, no World Twinkle, muitos países ganharam suas versões, inclusive países que nem são países como o Principado de Wy e Sealand, ou Prússia, que já não existe mais, mas aparece como irmão mais velho do Alemanha. E vários assuntos são tratados, como costumes e o dia-a-dia dos personagens.

O traço é bem simples, mas bonitinho. Geralmente os personagens aparecem em versão Chibi ou como gatos, o que torna o traço ainda mais fofinho. O anime é curtíssimo com média de cinco minutos por capítulo (na verdade menos porque tem uma aberturinha e uma canção de encerramento), e ainda várias coisas acontecem nos capítulos, já que as passagens são baseadas em um mangá que é contado na forma de 4-koma.
Prússia, Hungria e Áustria: meu shipp preferido.
Como há muitos personagens masculinos, é comum o fandom fazer shipagens yaoi, por conta disso, o próprio autor decidiu por elementos, de forma parodiada e caricata para agradar o público.

Por que ver? É engraçado, tem base histórica e muitos personagens carismáticos.
Por que não ver? Não é o tipo de humor para todo mundo.
Onde encontrar: Pode ser encontrado online.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.